Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Maradona volta a jogar golfe na Argentina

O ex-astro do futebol argentino, Diego Armando Maradona, voltou a jogar golfe pela primeira vez desde que voltou a ser internado por problemas de saúde nos primeiros dias de maio. "El Diez" (O Dez), como é conhecido popularmente, pode praticar o jogo - que nos últimos dois anos tornou-se sua obsessão - ao longo de uma hora. O ex-astro estava radiante por poder dar suas tacadas no gramado do Libertad Golf Club, em Merlo, município próximo de Ituizangó, na zona oeste da Grande Buenos Aires, onde está instalada a Clínica del Parque. Ali, Maradona está internado desde o dia 9 de maio. Esta é a segunda clínica na qual o polêmico ex-astro está sendo tratado contra sua dependência das drogas desde que teve uma suposta overdose a meados de abril. Da primeira clínica, a Suiço-Argentina, Maradona fugiu para jogar golfe na chácara de um empresário amigo. Ali, jogou durante cinco dias de agito, jogou longas horas no meio do frio, muitas vezes vestido apenas com uma toalha enrolada no corpo. Mas, desta vez, o jogo de golfe está sendo controlado, sob a estrita observação dos médicos. Os médicos da Clínica del Parque afirmaram que o ex-astro conseguiu uma "melhor estabilidade de ânimo". Enquanto isso, continuam as discussões dentro da família de Maradona para definir o futuro próximo do ex-jogador. Segundo o advogado do ex-astro, Roberto Damboriana, Maradona será levado à clínica que seu amigo Careca possui em Campinas. Os médicos do ex-jogador também estariam analisando outras alternativas no Brasil. Uma das outras clínicas estaria em Jundiaí. Além delas, especula-se sobre tratamentos no Rio de Janeiro. Os "maradonólogos" recomendam - meio a sério, meio brincando - que a clínica que hospede Maradona tenha um karaokê pronto para ser usado pelo ex-jogador. Cantar tangos - e porque não sambas - é uma das atividades que mais tranqüiliza o irascível e turbulento Maradona. O médico pessoal do ex-jogador, Alfredo Cahe, quer que Maradona esteja no Brasil ao redor de 15 dias. Depois desse período de "adaptação" a um tratamento no exterior, em outro idioma diferente ao espanhol, Maradona seria levado a um tratamento de longa duração na Suíça, mais especificamente, em uma clínica no cantão de idioma italiano de Lugano. No entanto, Damboriana recusou-se a informar o nome da clínica, já que o instituto pediu que o segredo do lugar fosse mantido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.