Maradona x Castrilli nos tribunais

O ex-jogador Maradona foi intimado pela justiça argentina para depor num processo aberto pelo ex-juiz Javier Castrilli, que o acusa de difamação. A audiência conciliatória está marcada para a manhã de segunda-feira, mas não deve contar com a presença do astro argentino, que está em Cuba se tratando de sua dependência química. Castrilli processou Maradona por causa de suas declarações a uma rádio, em janeiro, chamando o juiz de ?incapaz e palhaço?. O advogado de Castrilli, Romano Duffau, afirmou que as declarações de Maradona contra o seu cliente são delituosas e, por serem recorrentes, pedirá a aplicação da pena máxima, de um ano de prisão. O advogado diz que o fato de o jogador já ter sido condenado por atirar em jornalistas com uma arma de ar comprimido poderá complicar a situação de Maradona, que em caso de condenação teria de cumpri-la integralmente. Além do tratamento antidrogas, Maradoa se prepara com um médico colombiano para ter condições de jogar a partida em sua homenagem, dia 10 de novembro, no estádio do Boca Juniors, entre a seleção argentina e um time de estrelas internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.