Marcelinho Carioca quer encerrar a carreira no Corinthians

'Sou corintiano e o Brasil sabe disso, assim como sabe da minha vontade de voltar' diz o atleta do Santo André

Agência Estado,

11 de julho de 2008 | 18h13

Assim como Finazzi foi o personagem da partida do Corinthians contra o São Caetano, no fim de semana passado, o meia Marcelinho Carioca será o centro das atenções neste sábado, quando o Santo André, atual time do jogador, recebe o líder da Série B, às 16h10, no Estádio Bruno José Daniel, no ABC, pela 11ª rodada da competição. Corintiano declarado, o jogador fez questão de reiterar seu amor pelo Corinthians nesta sexta-feira, véspera do confronto, e prometeu encerrar a carreira no Parque São Jorge. "Sou corintiano e o Brasil inteiro sabe disso, assim como sabe da minha vontade de encerrar a carreira no Corinthians. Tenho gratidão pelo clube e em 2010 estarei encerrando minha carreira no Pacaembu, na frente daquela torcida maravilhosa", afirmou Marcelinho, que diz já ter iniciado as conversas sobre o assunto com o presidente corintiano, Andrés Sanchez. Marcelinho, no entanto, se diz feliz no Santo André, e disse que não descarta comemorar um eventual gol contra seu time neste sábado. "Existe um respeito pelo Corinthians e pela torcida, mas sou profissional. Vamos ver o que acontece. O Santo André me recebeu muito bem e agora tenho que fazer a alegria dos torcedores daqui", disse. Ele não treinou nesta sexta-feira, mas está confirmado no ataque, ao lado de Márcio Mixirica. Em relação à vitória por 4 a 0 sobre o Gama, na última terça-feira, o Santo André terá apenas uma mudança: o meia Elton, expulso, dá lugar a Jéferson - embora o técnico Sérgio Soares não descarte a possibilidade de entrar com o zagueiro Dedimar e alterar o esquema para o 3-5-2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.