Marcelinho esnoba proposta do Catar

Bastou marcar três gols no jogo de domingo contra o Americano e o meia-atacante Marcelinho, do Vasco, já recebeu proposta milionária para atuar no Catar, num clube da cidade de Doha, a mesma em que se encontra Romário. Seriam US$ 650 mil por contrato de dois meses, o que representaria algo em torno de R$ 38 mil por dia. O jogador, no entanto, disse que vai continuar no Vasco para disputar a final do Carioca e o Campeonato Brasileiro. ?Pra mim, questão financeira é secundária?, afirmou Marcelinho, que tem contrato de dois anos com o Vasco. ?Aqui desfruto de carinho e compreensão.? Com essa decisão, Marcelinho deve ocupar o posto de ídolo da torcida, que começava a se projetar em Petkovic. Como o sérvio preferiu atuar na China e largou o Vasco repentinamente, saiu do clube com a imagem ?arranhada?. Marcelinho esteve no Japão até a última temporada. E agora quer ficar no Rio, onde pretende encerrar carreira. À noite, o Vasco revelou que havia também outra proposta para o atleta e que seria da China. Para o presidente do clube carioca, Eurico Miranda, Marcelinho não está blefando ao garantir que ficará no Vasco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.