Marcelinho: próximo do Corinthians

O Corinthians e Marcelinho Carioca voltaram a conversar depois de cinco meses. O encontro casual foi nesta quinta-feira, no final da tarde, na sede da Federação Paulista de Futebol. Marcelinho tinha uma conversa marcada com o presidente Eduardo José Farah e o presidente Alberto Dualib apareceu de surpresa. Durante mais de uma hora, os dois conversaram em uma sala fechada. Depois, o vice-presidente de Futebol, Antonio Roque Citadini, entrou na sala e também também participou do encontro. ?Estou otimista com o futuro do Marcelinho. A reunião foi proveitosa segundo as informações que tive depois?, disse Farah. O presidente da FPF sugeriu que Marcelinho Carioca tire a ação na Justiça contra o Corinthians e busque uma saída. ?Ele tanto pode acertar sua volta como ir para outro clube. Ele é um bom menino, tem um belo futebol e não pode continuar enfrentando dificuldades financeiras e prejudicando sua carreira. Isso representa um desgaste muito grande para um atleta profissional?, disse Farah. O presidente da FPF acha que Marcelinho seguirá seu conselho, desistindo da ação contra o clube.Vice-presidente da FPF, Reynaldo Carneiro acompanhou Marcelinho, Dualib e Citadini até o estacionamento da Federação, depois do encontro. ?Eles pareciam aliviados. Lavaram toda a roupa suja. Acho que falaram muito mais do passado do que do futuro. Foi um primeiro encontro para abrir o diálogo. Agora, parece, tudo ficará mais fácil?, disse Carneiro. Nem Marcelinho nem o presidente Alberto Dualib falaram sobre um novo encontro.

Agencia Estado,

10 de janeiro de 2002 | 22h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.