Marcelinho: ?Quero bater recordes?

Quando Marcelinho Carioca recusou a proposta de Felipão para jogar no Cruzeiro, em 2001, a justificativa do atacante soou como demagogia pura - como de resto grande parte de suas atitudes. "Quero escrever o meu nome na história do Corinthians, quero bater todos os recordes com esta camisa", dizia. O tempo mostrou que, desta vez, falava sério: no jogo de quarta-feira, contra o Flamengo-PI, em Teresina, alcançou a histórica marca de 201 gols com a camisa corintiana. Já é o quinto maior artilheiro do clube, ao lado de Servílio. "Sabia que esse gol sairia hoje", comemorava o atacante depois do jogo, vestindo uma camisa comemorativa ao gol de número 200.Leia a íntegra no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.