Marcelinho troca Vasco por clube francês

O meia Marcelinho Carioca rescindiu seu contrato com o Vasco e informou sua transferência para o Ajaccio, da França, neste domingo à noite, após a goleada sobre o Botafogo, por 4 a 0, no Maracanã, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. A saída do jogador da equipe de São Januário ocorreu amigavelmente e contou com as "bençãos" do presidente do clube Eurico Miranda."Foi uma proposta irrecusável financeiramente e veio quando eu menos esperava, principalmente, porque não estava atuando", disse Marcelinho Carioca, que voltou a jogar neste domingo, durante os 15 minutos finais do segundo tempo, após se recuperar de uma contusão muscular ocorrida em março. "O meu contrato é de dois anos e viajo amanhã (31) à noite, retorno na sexta-feira, mas não jogo mais pelo Vasco." Em 2003, Marcelinho Carioca já havia abandonado o Vasco no meio de uma competição para atuar no futebol árabe. Ao retornar ao clube no início deste ano, o jogador foi escalado em somente quatro partidas, porque conviveu constantemente com as contusões."Será um novo projeto de vida, um novo horizonte e uma nova filosofia de trabalho", destacou Marcelinho Carioca, que tem 32 anos. "Fico triste por estar saindo do Vasco, mas feliz pelo novo desafio. Agradeço aos torcedores e dirigentes todo o apoio que tive." O presidente do Vasco explicou que a saída sem transtornos de Marcelinho Carioca foi possível porque ele estava "apalavrado" com o jogador. O dirigente frisou que se a transferência fosse para um clube brasileiro, o meia não seria liberado."Tinha um compromisso de liberá-lo. Ele me mostrou uma proposta boa e não podia impedí-lo", contou Eurico Miranda. "O Marcelinho sai e, se um dia quiser retornar, as portas do Vasco estarão abertas." Além de Marcelinho Carioca, o próximo a deixar o Vasco poderá ser o meia Beto. O jogador tem propostas do futebol europeu e nesta semana deverá concretizar a sua saída.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.