Marcelinhos disputam final da Copa

Por causa do racionamento de energia elétrica, a Comissão Disciplinar da CBF adiou a reunião do Tribunal de Justiça Desportiva, que estava marcada para terça-feira (12), a partir das 17 horas, para a quinta-feira (21) da outra semana, em horário a ser confirmado. Assim, o corintiano Marcelinho Carioca e o gremista Marcelinho Paraíba, que deveriam ser julgados na sessão de terça-feira, ganharam condição de jogo para a segunda partida da decisão da Copa do Brasil, que acontecerá no dia 17, em São Paulo. O atacante gaúcho só não terá condição no primeiro jogo, marcado para domingo, em Porto Alegre, porque terá que cumprir suspensão automática pela expulsão na partida contra o Coritiba, quarta-feira, no Paraná.Apesar da boa notícia, Marcelinho Carioca disse que estava tranqüilo com relação ao julgamento. "Para mim, isso poderia acontecer a qualquer dia, pois não estava preocupado", afirmou o corintiano. "Tenho certeza de que serei absolvido, já que não ofendi ninguém, nem o juiz nem o jogador adversário, e não há nada no relatória do jogo contra mim", explicou o jogador, ressaltando que não é reincidente na competição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.