Marcello Lippi descarta comparações com recente goleada

O técnico da seleção italiana, Marcello Lippi, disse neste sábado que a goleada por 4 a 1 imposta pela Itália sobre a Alemanha, há quatro meses, não serve como parâmetro para a partida válida pela semifinal, marcada para a próxima terça-feira, em Dortmund."Não marcaremos quatro gols outra vez na Alemanha. Eles não têm a mesma equipe que tinham em março. O resultado foi um pouco mentiroso e deixou dúvidas naquela equipe. Agora, eles estão explorando o entusiasmo de todo um país, que os transformou. Eles têm um bom preparo físico e um excelente técnico. Será uma partida difícil para nós, mas para eles também".Depois daquela humilhante derrota, que aconteceu 100 dias antes do início da Copa, a imprensa alemã massacrou a seleção local. E o técnico Jürgen Klinsmann assumiu a responsabilidade pelo fracasso. "Existem dias em que as coisas não saem muito bem, e outros como hoje, em que nada dá certo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.