AP Photo/Antonio Calanni
AP Photo/Antonio Calanni

Marcelo apresenta 'boa melhora' de dores nas costas, diz CBF

Lateral-esquerdo deixou a partida contra a Sérvia nos primeiros minutos de jogo

Almir Leite, Ciro Campos, Leandro Silveira e Marcio Dolzan, enviados especiais/Sochi, O Estado de S.Paulo

28 Junho 2018 | 11h43

A participação de Marcelo no confronto entre Brasil x México, segunda-feira, às 11h pelas oitavas de final da Copa do Mundo, continua sendo incerta, mas a assessoria de imprensa da seleção brasileira comunicou nesta quinta-feira que o lateral-esquerdo apresentou "boa melhora" do problema lombar que o tirou logo nos minutos iniciais do confronto de quarta com a Sérvia.

+ Rivaldo ironiza Alemanha: 'Essa era a seleção que nós devíamos nos espelhar?'

+ Seleção brasileira se prepara para encarar na Copa freguês perigoso

+ Contra a Sérvia, Neymar foi o Neymar que o Brasil queria

"Após a chegada e o descanso, Marcelo está em tratamento, apresentou boa melhora, seguirá em acompanhamento e assim como os demais atletas terá folga mais tarde", afirmou a assessoria de imprensa da seleção, explicando a situação do lateral.

Marcelo permaneceu em campo por menos de dez minutos na última quarta, reclamando de dores na região lombar e sendo substituído por Filipe Luís. Após o triunfo brasileiro por 2 a 0, a CBF explicou que o lateral teve um espasmo na musculatura estabilizadora da coluna, problema que provoca o enrijecimento prolongado do músculo.

Após ter o problema dentro de campo, na partida em Moscou, o jogador do Real Madrid foi medicado e está sendo monitorado pelo departamento médico da seleção. Rodrigo Lasmar avaliou que o problema pode ter sido provocado pelo colchão do hotel utilizado pela equipe e exibiu otimismo para que o lateral seja aproveitado no confronto com o México, embora a proximidade da partida seja um fator que possa dificultar a sua plena recuperação.

 

Depois de encarar a Sérvia em Moscou, a seleção retornou a Sochi, onde desembarcou no fim da madrugada, no horário local, desta quinta-feira. A comissão técnica cancelou o treinamento que estava previsto para ser realizado, dando folga ao elenco, no primeiro dia em que a seleção não terá qualquer atividade durante a Copa do Mundo.

A equipe volta a treinar na sexta-feira, às 11 horas (de Brasília), em trabalho liberado à imprensa por 30 minutos. A seleção ainda fará ainda uma atividade fechada em Sochi no sábado, antes da viagem para Samara, palco do confronto com o México, às 11h (de Brasília) da próxima segunda-feira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.