Divulgação
Divulgação

Marcelo culpa erros em lances capitais por derrota do Cruzeiro

Time celeste perdeu chance de classificação e caiu para 2º

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2015 | 10h50

O técnico Marcelo Oliveira culpou os erros cometidos pelo Cruzeiro em lances capitais pela derrota por 3 a 1 para o Huracán, na noite de terça-feira, na Argentina, pela quinta rodada do Grupo 3 da Copa Libertadores. Enumerando as falhas, o treinador citou os vacilos do sistema defensivo nos três gols, além de ressaltar o erro da arbitragem no primeiro gol da equipe argentina.

"Não acho que foi falta de inspiração, mas cometemos muitos erros. Já estivemos aqui em outros jogos e o sofremos muito mais. Nós erramos em lances capitais. No primeiro gol perdemos a bola em um drible que foi feito em uma área perigosa, seguido de uma falta no Damião e do impedimento do atacante deles. O segundo gol aconteceu depois de não termos conseguido ganhar a segunda bola e, no terceiro, houve uma falha na marcação, logo no momento em que estávamos reagindo na partida", disse.

A derrota impediu a classificação antecipada do Cruzeiro para as oitavas de final da Libertadores. Em segundo lugar no Grupo 3, o time precisará vencer o Universitário Sucre na próxima terça-feira para avançar. Antes, neste domingo, encara o rival Atlético e precisa de um empate para se garantir nas semifinais do Campeonato Mineiro.

Marcelo destacou que o momento é de esquecer a derrota na Argentina e se concentrar nos dois duelos decisivos, ambos marcados para o Mineirão. "Pagamos caro pelos erros cometidos hoje (terça-feira), mas não adianta murmurar, já passou. Agora temos que ficar muito fortes, tirar uma lição desse jogo e trabalhar para jogar esses dois próximos confrontos dentro de casa. Sabemos que o êxito depende só do nosso esforço e que temos condições de vencer essas duas partidas", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.