Marcelo elogia eficiência do Atlético-MG, mas quer time melhorando ainda mais

Time venceu o Coritiba por 2 a 1, chegou aos 23 pontos e se aproximou do G-4

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2016 | 08h37

O técnico Marcelo Oliveira reconheceu que o Atlético Mineiro não teve boa atuação na sofrida vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, na noite de segunda-feira, no Independência, assegurada apenas aos 38 minutos da etapa final, quando Robinho marcou o seu segundo gol na partida. O treinador, porém, destacou a eficiência da sua equipe para assegurar o triunfo diante de um adversário que impôs dificuldades, com uma forte marcação.

"Nós, treinadores, sempre queremos que o time seja envolvente, jogue bem e possa pontuar, mas é necessário observar que tem um adversário, que hoje veio com três volantes, marcou muito bem, tirou espaço e valorizou bastante a nossa vitória. Foi um jogo muito difícil, competitivo, muito físico. Quando não dá para ser envolvente, brilhante, é preciso ganhar pela eficiência e foi isso que aconteceu hoje", analisou o treinador.

Apesar da tentativa de defender a atuação irregular do Atlético-MG, Marcelo reconheceu que o time pode melhorar. "Fiquei satisfeito com a vitória, mas o time precisa criar mais equilíbrio. Faltou esse equilíbrio em algum momento, mas a vitória foi super importante", acrescentou.

Com a vitória, o Atlético-MG chegou aos 23 pontos, na oitava posição no Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso será diante do líder Palmeiras, domingo, no Allianz Parque, pela 16ª rodada. Marcelo garante ser possível vencer o adversário em São Paulo, ainda mais que ele poderá contar com alguns reforços para escalar a sua equipe.

"Temos que entrar em campo pensando que temos todas as possibilidades de ganhar. O Palmeiras esta muito bem, é um time rápido e que vem mostrando uma regularidade maior que os outros, mas, se quisermos disputar o título, é necessário que a gente pontue nesse tipo de jogo. Então, enfrentar o Palmeiras nesse momento, por tudo que vem fazendo, é uma motivação ainda maior. Temos jogadores voltando, como o Donizete e o Luan, e espero que a gente possa chegar com um time forte para conquistar uma vitória", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.