Marcelo Mattos pronto para a estréia

Tevez domina a bola e tenta chutar para o gol. Não consegue. Duas chuteiras travam a bola e ele cai na dividida. Carlos Alberto ameaça o drible e é jogado para fora do campo graças a uma ombrada. Os dois olham para o mesmo marcador com respeito e nem sequer reclamam. Com personalidade inesperada, a mais barata contratação da MSI está se impondo no elenco corintiano. Marcelo Mattos, o coadjuvante de R$ 1 milhão, jura ter se preparado como nunca para a sua estréia no Corinthians, neste sábado, contra o Marília."Em um time habilidoso é preciso ter alguém para fazer o trabalho sujo. Para as estrelas brilharem elas precisam de jogadores marcando, dando carrinho em campo e passando a bola. Neste time que o Corinthians está montando serei eu quem sairá com o calção ralado para que Tevez, Carlos Alberto e Gil possam jogar. Se pode dizer que é o estilo São Caetano ajudando o Corinthians", resume Marcelo Mattos.O estilo forte do volante faz Tite confiar na sua escalação como zagueiro. Wendell, que já estava improvisado na zaga, foi expulso na derrota diante do Mogi Mirim. Como Sebastián Domínguez está sendo guardado para a festa do dia 29, quando os principais reforços estréiam contra o América, Marinho ainda precisa melhorar fisicamente e Marquinhos se recupera de operação no joelho esquerdo, a solução para o treinador foi apostar em Marcelo Mattos entre Betão e Anderson."Ele tem um potencial fortíssimo de marcação. É leal, mas duro. Protege a zaga. E também sabe jogar com a bola dominada. É um jogador dedicado e que deixa claro que se sacrifica pelo time. Toda equipe vencedora precisa de atletas como ele", avalia Tite.Marcelo Mattos tem apenas 20 anos, mas é vivido. Começou no Mirassol, passou pelo Santo André, se aventurou nos japoneses FC Tokio e Oitatrinita. Se firmou no São Caetano, que o estava negociando com o Betis, da Espanha. Mas como não conseguiu passaporte comunitário, a transação foi desfeita e acabou comprado pela MSI. "Posso ser novo, mas pelo que vivi no futebol sei que o Corinthians pode mudar a minha vida. E vai mudar", diz o jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.