Marcelo Moreno se nega a trocar Grêmio pelo Palmeiras

Envolvido no negócio que levou o argentino Barcos para o Grêmio, o atacante boliviano Marcelo Moreno já avisou que não quer ir para o Palmeiras. Apesar da recusa do jogador, o acordo entre os dois clubes não será desfeito - a diretoria palmeirense garante que terá outra compensação dos gremistas caso algum dos atletas não aceite participar da troca.

AE, Agência Estado

08 de fevereiro de 2013 | 19h08

Além de Marcelo Moreno, o Grêmio cedeu mais quatro jogadores ao Palmeiras no negócio: o zagueiro Vilson, o volante Léo Gago, o meia Rondinelly e o atacante Leandro. Para completar, o clube gaúcho vai pagar R$ 4 milhões, além de quitar a dívida palmeirense com a LDU pela contratação de Barcos, no valor de R$ 1,4 milhão, e com o próprio argentino, de R$ 1,5 milhão.

O Palmeiras admite que ainda precisa fechar acordo individualmente com cada jogador, sendo que já existe um acerto prévio com Vilson. Mas Marcelo Moreno tratou de avisar, nesta sexta-feira mesmo, que não tem interesse em trocar de clube. "Grêmio até 2015, rumo ao tri da libertadores!!!", escreveu o boliviano no Twitter, numa clara mensagem sobre o negócio envolvendo Barcos.

Para completar, o pai de Marcelo Moreno também descartou a possibilidade de transferência. "Ele tem de jogar numa equipe maior e não menor que o Grêmio. Quem é o Palmeiras neste momento? É um time sem dinheiro. Não quero que meu filho vá para lá para ser um fracassado também", disse Mauro Martins, em entrevista à Rádio Bradesco Esportes.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.