Bruno Cantini/ Atlético-MG
Bruno Cantini/ Atlético-MG

Marcelo Oliveira admite que título é missão difícil para o Atlético-MG

Time está oito pontos atrás do líder Palmeiras

O Estado de S.Paulo

24 Outubro 2016 | 09h08

No próximo sábado, o Atlético Mineiro faz o aguardado clássico com o Flamengo sabendo que basta uma vitória simples sobre o rival, no Independência, para assumir a vice-liderança do Brasileirão. A oito pontos do Palmeiras faltando seis rodadas para o fim da competição, o time alvinegro ainda tem chances reais de título. Mas o próprio técnico Marcelo Oliveira admite que a missão é difícil.

"Se a gente pensar friamente, muito friamente, será muito difícil pela regularidade do Palmeiras. Mas, se pensarmos que é futebol, tudo pode acontecer. Temos que acreditar", afirmou o treinador, após a boa vitória por 3 a 0 sobre o Figueirense, domingo à noite, no Independência.

Mesmo que o título do Brasileirão não venha, o Atlético ainda tem muito o que sonhar este ano. Não só está na semifinal da Copa do Brasil - pega o Internacional já na quarta-feira - como quer finalizar o Nacional entre os três primeiros, para ir direto à fase de grupos da Libertadores.

"Temos que pensar que, se não formos campeões, temos que ficar entre os três para fugir daqueles confrontos iniciais da Libertadores. O jogo de quarta-feira (semi da Copa do Brasil) é muito importante, temos que fazer um bom jogo lá para trazer a decisão para BH, com a nossa torcida", destacou Oliveira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.