Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Marcelo Oliveira critica preciosismo dos jogadores do Palmeiras

Técnico cobra nova postura do elenco na sequência do Brasileiro

O Estado de S.Paulo

13 Agosto 2015 | 06h59

A derrota por 2 a 1 para o Coritiba fez com que o elenco do Palmeiras voltasse a ser criticado e questionado por boa parte da torcida. Até mesmo o técnico Marcelo Oliveira admitiu que sentiu uma mudança de postura dos atletas e espera conseguir corrigir isso já no domingo, quando enfrenta o Flamengo, às 11h, no Allianz Parque. "Houve um excesso de soberba ou preciosismo na hora de fazer as jogadas. Estávamos tocando muito de primeira e depois que tomamos o gol, virou ansiedade no fim do primeiro tempo. Houve uma cobrança forte, saiu o gol rapidamente no segundo tempo e isso nos deu todas as condições de reagir", analisou o treinador.

Marcelo Oliveira ainda admitiu a possibilidade de fazer mudanças nas próximas rodadas. "Vamos nos cobrar, trocar (jogadores) se for necessário e fazer aquilo que está sendo possível. Precisamos de um time ofensivo, que possa estar agredindo sempre. Estamos vacilando em momentos fundamentais do jogo."

Três mudanças certas devem acontecer domingo, contra o Flamengo. O lateral-direito Lucas retorna de suspensão, assim como o zagueiro Victor Ramos. A dúvida na defesa é quem sai: Vitor Hugo ou Leandro Almeida, que fez uma exibição muito ruim diante do Coritiba, mas é um dos jogadores de confiança do treinador. Na lateral-esquerda, Egídio está suspenso. João Paulo e Zé Roberto são as opções.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.