Washington Alves/Divulgação
Washington Alves/Divulgação

Marcelo Oliveira decide poupar os titulares do Cruzeiro contra o Tupi

Técnico está de olho no confronto com o Huracán, na terça-feira

Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2015 | 12h28

O técnico Marcelo Oliveira decidiu poupar os titulares do Cruzeiro na partida deste domingo com o Tupi, às 16 horas, em Juiz de Fora, pela quinta rodada do Campeonato Mineiro. Nesta segunda-feira, o técnico Marcelo Oliveira divulgou a lista de relacionados para o duelo e deixou de fora 10 dos 11 jogadores que começaram jogando o empate por 0 a 0 com o Universitário de Sucre, pela Copa Libertadores, na última quarta-feira.

A exceção é o lateral-direito Fabiano, que atuou na Bolívia porque Mayke, considerado o titular da posição, estava lesionado. Mas nem a presença dele na partida está garantida, pois agora Mayke se recuperou, sendo incluído na lista de relacionados por Marcelo. 

Esta será a primeira vez que o treinador cruzeirense poupará os titulares nesta temporada. E isso se dá logo depois da estreia da equipe na Libertadores. Além disso, na próxima terça-feira, o time volta a entrar em campo pelo torneio continental, dessa vez no Mineirão, diante do argentino Huracán. 

Sem os titulares, o Cruzeiro deverá poderá ter várias novidades no duelo com o Tupi. O zagueiro Grolli, o lateral-esquerdo Pará e o meia Gabriel Xavier, todos recém-contratados, podem estrear pelo clube. Além disso, o volante Charles, reintegrado ao elenco após mais de um ano, pode voltar a atuar pela equipe. 

Confira a lista de relacionados do Cruzeiro para o jogo contra o Tupi:

Goleiros: Rafael e Elisson

Laterais-direitos: Fabiano e Mayke

Zagueiros: Bruno Rodrigo, Grolli e Manoel

Laterais-esquerdos: Breno Lopes, Gilson e Pará

Volantes: Bruno Edgar, Charles, Eurico, Felipe Seymour, Willian Farias

Meias: Gabriel Xavier e Marcos Vinícius

Atacantes: Henrique Dourado, Joel, Judivan, Neilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.