Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Marcelo Oliveira defende escalação de reservas em derrota

Treinador quer time descansado para enfrentar o Fluminense

Estadão Conteúdo

25 de outubro de 2015 | 09h10

O técnico do Palmeiras, Marcelo Oliveira, defendeu a escalação de reservas na partida contra o Sport, apesar da derrota por 2 a 0 que tirou o time a chance de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro, neste sábado à noite, no Pacaembu. "Tínhamos de fazer essa opção e acho que foi a maneira mais correta."

Dudu, Zé Roberto e Gabriel Jesus entraram no segundo tempo, mas não evitaram o resultado negativo no Pacaembu. O foco, segundo o treinador, está no jogo de quarta-feira, contra o Fluminense, pela Copa do Brasil.

"Começaremos o jogo perdendo. Precisamos de um gol quarta-feira. Por isso eu poupei jogadores hoje (sábado). Quero que nosso time pressione o Fluminense desde o início", justificou o comandante.

O Palmeiras perdeu o jogo de ida por 2 a 1 no Maracanã. Para chegar à final, é preciso vencer o Fluminense por 1 a 0 ou por placares como 3 a 1 ou 4 a 2. "Quando se perde um jogo jogando mal é uma coisa, mas não foi o que aconteceu hoje (sábado), isso conforta mais a gente. Mas sei que para o torcedor não adianta falar uma hora dessa."

O técnico e alguns jogadores foram vaiados logo após a partida contra o Sport. Muitos gritavam "Libertadores é obrigação". O jogo contra o Fluminense será disputado no Allianz Parque, que não pôde receber o confronto deste sábado porque estava sendo usado para um show de rock.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.