Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Palmeiras deve ter João Pedro e Gabriel Jesus como titulares na final

Marcelo Oliveira praticamente confirmou o time que pega o Santos

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

01 de dezembro de 2015 | 16h29

O técnico Marcelo Oliveira comanda nesta terça-feira o último treino do Palmeiras antes da decisão da Copa do Brasil contra o Santos, sem a presença da imprensa, mas o treinador praticamente confirmou a equipe que vai a campo e desvendou as duas dúvidas na escalação: João Pedro e Gabriel Jesus serão titulares.

O treinador falou duas vezes do time com Gabriel Jesus, mas para tentar despistar, cogitou a possibilidade de colocar Rafael Marques na equipe. "O time base é esse aí. Vamos ver o Gabriel Jesus ou o Rafael Marques", disse o treinador, que ao falar sobre os garotos da base que estarão em campo, já deu como certo a presença do atacante de 18 anos.

"A gente não deixa de utilizar a base, tanto que vai jogar o Gabriel Jesus, que começou o ano como reserva e agora é a revelação (do campeonato, eleito pela CBF) e vai jogar também o Matheus Sales, que recentemente treinava com os mais jovens", recordou o treinador.

Gabriel Jesus sofreu uma luxação no ombro no primeiro jogo da final, na última quarta-feira, e chegou a ser cotado para ficar fora da partida. Entretanto, na última segunda ele treinou normalmente e deve treinar nesta terça, embora o clube não divulgue maiores informações.

Sobre João Pedro, Marcelo Oliveira lembrou que o garoto não foi bem nas últimas partidas, mas está confirmado como substituto de Lucas, suspenso pela expulsão no primeiro jogo. "Por mais que ele tenha um lance ou outro errado, ele tem treinado bem e se orientado. Ele tem força de ataque e vamos atacar bastante, porque tem a vantagem do adversário", comentou.

Marcelo Oliveira ainda garante que o fato de comandar os treinamentos sem a presença da imprensa não é para fazer mistério ou mesmo preparar uma surpresa, mas sim ter mais privacidade com seus atletas. "É que fechado dá para trabalhar a bola parada e pênalti. É constrangedor pedir para não ficar observando o que está sendo feito ou filmando. É ridículo. Então a gente aproveita para mandar o ambiente mais nosso. É algo bom para manter um ambiente mais nosso".

Assim, o Palmeiras deve ir a campo com Fernando Prass; João Pedro, Jackson, Vitor Hugo e Zé Roberto; Matheus Sales, Arouca, Robinho, Dudu e Gabriel Jesus; Lucas Barrios.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasMarcelo Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.