Marcelo Oliveira festeja 'ótimo jogo' e vantagem do Cruzeiro

Marcelo Oliveira festeja 'ótimo jogo' e vantagem do Cruzeiro

Treinador elogia atuação da equipe, exalta qualidade do Santos e aposta na força do Mineirão para bater o Botafogo no domingo

Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2014 | 08h37

O técnico Marcelo Oliveira ficou satisfeito com a atuação do Cruzeiro no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, a vitória por 1 a 0 sobre o Santos, no Mineirão, na noite de quarta-feira. O treinador destacou que o time teve domínio total do primeiro tempo, se impôs diante do adversário e só não conseguiu uma vantagem mais larga por pecar no momento de definição das jogadas.

"Foi um ótimo jogo do Cruzeiro, pelo espírito, pela parte tática, pela imposição desde o inicio do jogo. Acho que o primeiro tempo foi melhor do que o segundo, não que o Cruzeiro tenha deixado de atacar, mas porque o Santos saiu para o jogo e é um time de muita qualidade. Nos trouxeram problemas nos contra-ataques. Não tivemos susto nenhum no primeiro tempo, comportamento foi perfeito, pecamos um pouco na jogada final, na hora de dar o passe para fazer o gol, com boas intervenções do goleiro", disse Marcelo.

O treinador do Cruzeiro destacou que o triunfo mostrou a força da equipe no Mineirão, palco do próximo jogo do time, agora pelo Campeonato Brasileiro, diante do Botafogo, no domingo. Marcelo espera que o time repita o alto nível e vença para seguir firme na liderança do torneio nacional.

"Temos que mudar o foco e lembrar que no Brasileiro estamos muito bem, os jogos a partir de agora se tornam muito difíceis para todos, mas o aproveitamento do Cruzeiro no Mineirão é excepcional e nos temos que investir bastante neste jogo contra o Botafogo como uma grande final. Esperamos que no domingo tenham os torcedores apoiando o time como fizeram hoje, no momento crucial do campeonato que requer muita concentração e muita atenção, vamos procurar ser envolvente como o Cruzeiro tem sido", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.