Marcelo Oliveira promete reação do Cruzeiro no domingo

O Cruzeiro caiu por 1 a 0 diante do Guarani de Divinópolis, no último domingo, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, em sua estreia neste Campeonato Mineiro. A atuação decepcionou os torcedores cruzeirenses, que esperavam por um melhor início de temporada após o time ter encerrado 2011 sofrendo até a última rodada do Campeonato Brasileiro para se livrar do rebaixamento na competição. Apesar disso, o volante Marcelo Oliveira promete que a equipe começará a reagir de forma positiva a partir do próximo domingo, quando enfrentará o Tupi, às 17 horas, novamente em Sete Lagoas.

AE, Agência Estado

09 de fevereiro de 2012 | 16h20

"A gente sabe que a estreia não foi como a gente esperava. Esta semana está sendo bem trabalhada e eu tenho certeza que no domingo vai ser bem diferente, vai ser um outro jogo", afirmou o jogador, em entrevista ao site oficial do Cruzeiro, na qual em seguida enfatizou a importância de a equipe não se abalar com a última derrota. "Não podemos perder a alegria, porque a gente sabe da qualidade que tem o grupo, e o que a gente pode fazer pelo Cruzeiro. Tenho certeza que no domingo a gente vai mostrar isso daí", completou.

Marcelo Oliveira ainda pediu confiança e mais paciência aos torcedores do Cruzeiro, que durante a estreia do Campeonato Mineiro gritaram o nome de Vanderlei Luxemburgo. Demitido pelo Flamengo na semana passada, o treinador agora virou uma "sombra" para Vágner Mancini, que se manteve no cargo após ajudar o clube mineiro a se livrar da queda à Série B do Campeonato Brasileiro.

"A mensagem é para que o torcedor confie, pois o trabalho está sendo bem feito. Temos que aprender com os erros do jogo de domingo e esquecer, porque aquele não é o Cruzeiro que vai jogar durante o ano todo. A gente sabe que temos coisas boas para mostrar ao torcedor, e peço para que o torcedor confie porque no domingo eles já vão ver isso", prometeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.