Washington Alves/Divulgação
Washington Alves/Divulgação

Marcelo Oliveira reclama de erros do Cruzeiro e faz alerta

Técnico do líder culpa falhas do sistema defensivo por derrota diante do Flamengo e cobra mais concentração para sequência da Série A

Estadão Conteúdo

13 de outubro de 2014 | 09h21

O técnico Marcelo Oliveira culpou os erros cometidos pelo sistema defensivo do Cruzeiro pela derrota por 3 a 0 para o Flamengo, domingo, no Maracanã, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na partida, Dedé fez um gol contra e a indecisão entre Fábio e Manoel permitiu que Canteros marcasse o segundo gol da partida. Assim, o treinador destacou a necessidade das falhas não se repetirem na sequência da competição.

"Lógico que estou lamentando o resultado e pela forma que foi o jogo, aqui seria difícil de qualquer maneira, o Flamengo vem crescendo, tem um time rápido, que compete muito e estava muito mobilizado para este jogo, mas o que fez a diferença no meu entender foram às doações. Nos doamos os gols e isso precisa ser corrigido agora, faz muita diferença porque os jogos do brasileiro nesta fase são muito importantes e decisivos", disse.

Derrotado, o Cruzeiro segue na liderança do Campeonato Brasileiro, com 56 pontos e seis de vantagem para o segundo colocado Internacional. No entanto, a fase irregular do time, que perdeu suas duas últimas partidas, deixa Marcelo em alerta e preocupado com a possibilidade de o título brasileiro escapar. 

"O Flamengo tem muito mérito porque lutou muito e buscou a vitória, mas embora termos reagido e tentado é um momento de indignação e cobrança, porque tudo isso que nos construímos foi com muito sacrifício e precisamos cuidar mais dessa diferença e dessa liderança", completou.

O Cruzeiro volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, mas pela Copa do Brasil. Após vencer no Mineirão por 1 a 0, o time vai encarar o ABC, às 22 horas, na Arena das Dunas, no jogo de volta das quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.