César Greco/Divulgação
César Greco/Divulgação

Marcelo Oliveira testa Barrios e Amaral entre titulares do Palmeiras

Paraguaio leva vaga de Leandro Pereira e volante substitui Gabriel

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

06 Agosto 2015 | 17h53

O técnico Marcelo Oliveira comandou o primeiro treino tático na semana com a provável formação do Palmeiras para encarar o Cruzeiro, às 16h, no Mineirão, e com novidades. Além de escolher Amaral para o lugar de Gabriel, que não joga mais em 2015, a outra e novidade da equipe é a presença de Lucas Barrios entre os titulares, no lugar de Leandro Pereira.

O time que iniciou o coletivo foi Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Leandro Almeida e Egídio; Amaral e Arouca; Rafael Marques, Robinho e Dudu; Barrios. Já os suplentes teve a seguinte formação: Aranha; Nathan, Jackson, Vitor Hugo e Mouche; Andrei Girotto, Cleiton Xavier e Zé Roberto; Kelvin, Gabriel Jesus e Leandro Pereira.

Durante a atividade, o treinador ainda fez uma mudança e deixou o time mais ofensivo, com Cleiton Xavier entrando no lugar de Amaral. Entretanto, o time reserva é quem teve mais chances de gol e acabou vencendo o coletivo por 2 a 1.

Entre os suplentes, Marcelo Oliveira colocou Cristaldo, Alecsandro e Fellype Gabriel, nos lugares, respectivamente, de Gabriel Jesus, Leandro Pereira e Cleiton Xavier - Cleiton foi para o time titular e Amaral não ficou sequer entre os reservas.

Apesar das mudanças, os reservas foram melhores na maior parte da atividade. Leandro Pereira abriu o placar, Gabriel Jesus marcou o segundo gol e Robinho descontou para os titulares. Barrios teve atuação discreta no coletivo, em que Marcelo Oliveira parou algumas vezes para cobrar mais atenção nas bolas paradas.

No campo ao lado, o lateral-direito Taylor e os volantes Daniel e Matheus Salles ficaram fazendo trabalho especial. O trio foi promovido do time sub-20 e está a disposição do técnico Marcelo Oliveira.

O lateral-direito João Pedro está na sala de musculação, em tratamento de lesão muscular. Já o lateral-esquerdo João Paulo está em fase de transição e deve, em breve, ser liberado para participar dos treinos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.