Marcelo Ramos já ganha vaga no time

Juninho Fonseca, enfim, poderá colocar em campo o esquema tático dos seus sonhos. Com a regularização da documentação do atacante Marcelo Ramos, o treinador do Corinthians já escalou o jogador entre os titulares no treino desta quinta-feira, no Parque Ecológico do Tietê.Na cabeça de Juninho, o Corinthians jogará com uma linha de quatro zagueiros (Rogério, Anderson, Marquinhos e Julinho), três homens no meio-de-campo (Rincón, Fabinho e Adrianinho) e três atacantes (Régis, Marcelo Ramos e Gil). O primeiro teste será contra a União Barbarense, domingo à tarde, em Santa Bárbara D?Oeste.O treinador também treinou outras opções para cada uma das posições. Alternou Rafael Silva e Samir, ao lado de Régis. Testou mais uma vez Moreno na lateral-esquerda. Rodrigo e Fabrício jogaram no meio-de-campo. Até Valdson ganhou uma chance ao lado de Anderson, na defesa.Mesmo trocando os jogadores, Juninho, em nenhum momento, alterou o esquema 4-3-3. "Faz tempo que não jogo em uma equipe com três atacantes. Vamos esperar. Só podemos dizer que deu certo quando o resultado aparece", avisou o volante Rincón, temendo que o meio-de-campo fique vulnerável.Apesar da precaução do colombiano, os atacantes são os mais animados com a mudança tática. Em campo, Juninho exige que não apenas os homens de frente cheguem à área adversária. Os laterais, meias e até os zagueiros estão autorizados a aparecerem como elemento surpresa."Sei que cheguei para ser o centroavante que faltava, mas também gosto de sair um pouco da área e abrir espaço para os jogadores que chegam de trás. Estou muito consciente da minha responsabilidade dentro do time", explicou Marcelo Ramos, que aguarda ansiosamente pela estréia.A vontade é ainda maior porque o atacante tem como meta ser o artilheiro do Campeonato Paulista. "Tenho que correr atrás do tempo perdido. Não tem coisa melhor do que ser artilheiro e o time campeão da mesma competição. Tenho que estar concentrado para não desperdiçar as chances", afirmou Marcelo Ramos.Os números de Marcelo Ramos são de impressionar. Por todas as equipes que passou, ele deixou sua marca. "Pelas minhas contas, já passei dos 300 gols", contou. Ele é o terceiro maior artilheiro do Cruzeiro, com 166 gols - atrás apenas de Tostão e Dirceu Lopes. Pelo Bahia, no início da carreira, ultrapassou a barreira dos 100. Também marcou seus gols no São Paulo, Palmeiras e PSV (Holanda)."Guardo tudo o que sai na imprensa sobre minha carreira. Tenho fita pra caramba com todos os meus gols. Agora, estou tentando recuperar a fita dos gols que fiz lá na Holanda. Tenho tudo para o meu filho (Marcelinho, de 10 anos) ver o que eu fiz", revelou o jogador, que aproveitou o intervalo entre o treino da manhã e o da tarde para acertar os detalhes da mudança para um apartamento alugado no bairro das Perdizes. "Não posso morar perto do Parque São Jorge porque meu filho vai estudar lá no Morumbi. Não dá pra ficar tão longe." Se depender da disposição dos companheiros, Marcelo Ramos já pode se considerar o artilheiro do Paulista. "É um jogador que dá muitas possibilidades, que se mexe bastante e busca sempre o gol. Quanto mais gols fizer, melhor pra gente", disse Rincón. "Vamos fazer de tudo para ajudá-lo. Sempre foi artilheiro por onde passou. Minha pretensão não é ser artilheiro, quero ser é campeão", garantiu Régis.

Agencia Estado,

29 de janeiro de 2004 | 15h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.