Marcelo Rospide se despede do comando do Grêmio

Depois de conduzir o Grêmio a cinco vitórias e um empate, o técnico interino Marcelo Rospide despede-se do cargo neste sábado, em jogo contra o Atlético-MG, a partir das 18h30, no Mineirão, pela segunda rodada do Brasileirão. Na segunda-feira, ele passa o comando do time gaúcho a Paulo Autuori, que foi contratado na última quarta.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

16 de maio de 2009 | 08h49

Na luta para sair invicto do cargo, Marcelo Rospide enfrentará justamente o time do técnico Celso Roth, a quem ele auxiliava no Grêmio e a quem substituiu no dia 6 de abril. Embora admita que o Atlético-MG será orientado por um treinador que conhece tudo de sua equipe, o interino gremista não se sente em desvantagem.

"Nós sabemos como ele pensa", disse Marcelo Rospide, referindo-se ao planejamento tático de Celso Roth, que ele pretende anular no confronto deste sábado. "É jogo de time grande, sem favorito."

Um empate no Mineirão não é considerado mau resultado pelos gremistas. Mas a necessidade de vitória fora de casa ficou maior depois do vacilo na primeira rodada, quando o Grêmio empatou com o Santos no Olímpico.

Como não tem jogo pela Libertadores na semana que vem, o Grêmio usará todos os titulares do momento. O zagueiro Léo está recuperado de contusão e vai jogar - assim, Thiego volta para a reserva.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.