Marcelo Teixeira é reeleito no Santos

Com a reeleição neste sábado de Marcelo Teixeira, a rotina está mantida na Vila Belmiro. Isso significa que na terça-feira o presidente dos próximos dois anos terá uma reunião com o técnico Emerson Leão para acelerar as negociações de contratos e aquisição de reforços para o Santos. Muita coisa já está apalavrada e só aguardava o desfecho eleitoral para ser concretizada. Teixeira disse que tem certeza da permanência do treinador e não gostou quando um jornalista insinuou que ele tivesse usando o grupo de jogadores em sua campanha. "Se tivesse feito uma campanha eleitoral com os atletas, teria já anunciado renovação de contratos e anunciado possíveis contratações que estão apalavradas. Não usei esse mecanismo e apoio que tivemos dos jogadores foi expontânea." Marcelo Teixeira encabeçou a chapa Rumo Certo e ganhou as eleições em todas as urnas. No final, obteve 1.525 votos, contra 990 da oposição representada pela Resgate Santista, que lançou a candidatura do empresário Luís Alvaro. A disputa foi tão intensa que a eleição deste sábado teve o maior comparecimento da história do clube, com 2.526 associados votando. Houve apenas cinco votos em branco e seis nulos. Luís Alvaro reconheceu a derrota às 19h06, quando foi anunciado o resultado da quinta urna. Ele foi até onde estava Marcelo Teixeira para cumprimentá-lo pela vitória. Depois, o candidato oposicionista disse. ?Eu perdi a eleição, mas o Santos saiu ganhando. Fiz a minha parte, cumpri meu dever e o Marcelo ou eu, seria indiferente, porque o Santos é que não podia perder. O clube está coeso, é maior que todos nós." Teixeira agradeceu a participação de Luís Alvaro na eleição e disse entende que "passada a eleição, o Santos volta a se unir para crescer ainda mais em termos de conquistas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.