Marcelo Teixeira não descarta rebaixamento do Santos

Presidente do clube da Vila Belmiro afirma que é possível que a equipe caia para a Série B do Brasileiro

Sanches Filho, Agencia Estado

24 de setembro de 2008 | 20h34

Com o Santos rondando a zona de rebaixamento do Brasileirão, até o presidente do clube, Marcelo Teixeira, admitiu nesta quarta-feira que o perigo de queda à Série B é real. Em vez de adotar o discurso do otimismo, o dirigente preferiu ser realista e não descartou o possível descenso do time santista.Veja também:Presidente do Santos garante Wendel e Bida para 2009Santos lança área vip na Vila Belmiro Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Por muito bom que seja um trabalho, qualquer clube pode cair para a segunda divisão. O Grêmio é o maior exemplo. Outro dia estava na segunda divisão e, agora disputa títulos seguidamente. Os clubes passam por ciclos e fases diferentes, embora não estamos acostumados com esse tipo de classificação", disse Teixeira.O presidente do Santos tem razão em se preocupar com o rebaixamento. Após passar boa parte do primeiro turno na zona de perigo, o time só reagiu depois que Márcio Fernandes assumiu o comando técnico da equipe. Além disso, neste Brasileirão, o clube já teve outros dois treinadores: Leão e Cuca.Ocupando a 14.ª posição, com 29 pontos, ao menos o Santos tem a vantagem de ainda enfrentar adversários diretos na luta contra o rebaixamento. Neste domingo, o time encara a Portuguesa, na Vila Belmiro, e na rodada seguinte pega o Atlético-PR, novamente em casa. Até o fim do Brasileirão, também joga contra Figueirense e Vasco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.