Marcelo Teixeira quer se aliar a Pelé

Marcelo Teixeira quer passar para a história como o presidente que recuperou o prestígio e a credibilidade do Santos. Ele considera que a primeira etapa do seu projeto já foi cumprida, com altos investimentos na formação de um time para ser campeão. E agora quer se reeleger, conquistar um título importante - o primeiro depois do Paulista de 1984, quando o seu pai, Milton Teixeira, era o presidente - e modernizar o clube, dando-lhe autonomia. Apesar de adversário de Pelé, ele não descarta um acordo com o rei do futebol.Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

29 de novembro de 2001 | 09h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.