Marcinho admite motivação menor no Carioca e pede postura vitoriosa no Botafogo

Lateral botafoguense vê equipe confiante na luta por vaga na semifinal da Taça Rio

Estadão Conteudo

25 de março de 2017 | 19h42

Depois da derrota de virada para o Fluminense na quinta-feira, por 3 a 2, o Botafogo faz um duelo decisivo neste domingo, fora de casa, contra o Bangu, pela Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Se perder, a equipe de Jair Ventura correrá sérios riscos de não se classificar à semifinal do Estadual.

Ainda assim, em entrevista coletiva concedida neste sábado, o lateral Marcinho mostrou confiança e pediu uma "postura de vitória" no Botafogo. "O time está confiante, bem, e o que aconteceu no jogo passado foi atípico. Amanhã (domingo) será diferente, o grupo está preparado e vamos para o jogo para ganhar", comentou. "Espero uma postura de vitória, de ir para cima. Não vamos mudar nada, é manter o trabalho."

Embora tenha cobrado uma postura vitoriosa, Marcinho reconheceu que o elenco está, sim, mais focado na Copa Libertadores. "Incomoda (a situação no Estadual), queremos sempre estar na parte de cima. Mas a nossa prioridade é mesmo a Libertadores", avaliou o lateral.

"A gente não pode vir aqui para falar balela. Não é igual à Libertadores. O ambiente é diferente, as motivações também. Sempre entramos para vencer, mas tem hora que as coisas não acontecem. Na Libertadores está dando tudo certo, no Carioca nem tanto. As coisas mudam a todo tempo", complementou.

Para o jogo deste domingo, Carli foi vetado após sofrer um trauma no pé e deve ser substituído por Renan Fonseca. O Botafogo deve começar com a seguinte escalação: Saulo; Marcinho, Renan Fonseca, Emerson Silva e Victor Luis; Airton, Bruno Silva, Camilo e Montillo; Rodrigo Pimpão e Roger.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.