Flamengo/Divulgação
Flamengo/Divulgação

Márcio Araújo é apresentado no Flamengo e diz realizar sonho

Ex-volante do Palmeiras foi apresentado pelo clube da Gávea nesta quinta-feira

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2014 | 18h52

RIO - O volante Márcio Araújo foi apresentado nesta quinta-feira como o mais novo reforço do Flamengo e afirmou ter realizado um sonho de infância ao se contratado pelo clube, pois era torcedor do time da Gávea quando era criança. Assim, se empolgou ao receber a camisa do clube das mãos de Paulo Pelaipe, diretor-executivo de futebol.

"Uma honra estar vestindo essa camisa. Agradeço ao Pelaipe e ao Wallim (vice-presidente de futebol do Flamengo), que apostaram em mim. Posso dizer que realizo o sonho de jogar pelo clube que torcia quando era criança", afirmou.

Márcio Araújo, de 29 anos, atuou nos últimos quatro anos no Palmeiras, após passagens por Guarani, Mogi Mirim, Kashiwa Reysol, do Japão, e Atlético-MG. Ele explicou que inicialmente atuou como segundo volante, mas nos últimos anos se acostumou a jogar mais recuado.

"Na maior parte da minha carreira, joguei como segundo volante. Mas, de uns três anos para cá, por influência do Felipão (no Palmeiras), tenho atuado como primeiro volante. Gosto de roubar a bola de trás e sair jogando com muita velocidade. Por ser volante, a gente acaba sendo elemento surpresa já que não é marcado pelos meias adversários", explicou Márcio Araújo, que chega ao Flamengo com a bênção de Jayme de Almeida, técnico do Flamengo.

"É um jogador que tem uma condição atlética boa, dá muito ritmo no meio-campo e estávamos com uma dificuldade sem o Elias e o Luiz Antonio. Precisávamos de jogador no meio. Tem o Cáceres que vai para seleção. É um jogador que jogou em vários clubes grandes, sempre bem, sempre titular, e pode nos ajudar muito", disse o treinador, na última quarta-feira, após a vitória sobre o Madureira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoMárcio Araújo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.