Márcio não vai ficar no Corinthians

O técnico Márcio Bittencourt anunciou nesta quinta-feira que não vai mesmo continuar no Corinthians. Demitido do cargo de treinador no início da semana após a contratação de Antônio Lopes, Márcio recebeu convite para continuar como auxiliar de Lopes, mas recusou. Em entrevista no início da tarde à Rádio Jovem Pan ele revelou que pretende seguir a carreira de treinador e deixou pistas que estuda uma proposta do futebol japonês.?Eu não tinha mais condições de continuar no Corinthians?, disse Márcio Bittencourt. ?Agora eu já iniciei minha carreira de técnico e ninguém poderá falar que eu sou inexperiente?, afirmou. Márcio disse que gostaria de trabalhar no Japão. ? Seria ótimo se desse certo. Até porque eu tenho um irmão (Nenê) que jogou lá por 8 anos, fala bem o japonês e futuramente será o meu auxiliar-técnico?. O treinador disse que foi sondado por um empresário para saber se tinha interesse em trabalhar no futebol japonês, mas ainda não tem nada acertado. Revelou ainda ter propostas para trabalhar no futebol brasileiro. As mais atraententes, no entanto, são apenas para o ano que vem.SUL-AMERICANA - Márcio disse que assistiu pela tevê ao empate do Corinthians contra o River (1 a 1), resultado que classificou o time paulista para as quartas-de-final da Copa Sul-Americana. ?Eu tinha certeza que o time iria passar desta fase?, disse. Márcio garantiu ainda que a decisão de poupar os titulares no jogo de ida (empate por 0 a 0) foi tomada em conjunto com a diretoria. ?Tínhamos acertado que o time seria poupado aqui (em São Paulo) e iríamos com todos os titulares para a Argentina?, contou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.