Marco Antônio irá substituir Kaká

O meia Marco Antônio, de 18 anos, estava no banco de reservas do Morumbi no último sábado. Nada pôde fazer quando o São Paulo perdeu a decisão do Campeonato Paulista. Nesta quarta-feira, em Brasília, o jogador espera poder dar sua contribuição para que o time são-paulino se recupere da decepção do estadual, vença o Gama e continue com chances de conquistar a Copa do Brasil. Terá porém uma tarefa ingrata: substituir Kaká, que está com uma contusão na coxa e ficará pelo menos um mês sem jogar."Espero poder contagiar o grupo com minha alegria de estar em campo", disse Marco Antônio, que não esconde uma certa ansiedade pela estréia como titular. Ele disse estar se sentindo seguro porque tem recebido apoio dos companheiros. "Desde que cheguei eles têm se esforçado para me deixar a vontade. O Jean, por exemplo, veio falar comigo e lembrou que a estréia dele como titular foi justamente contra o Gama em Brasília e que o nervosismo e a ansiedade são normais", contou.A única coisa que Marco Antônio se preocupa em ressaltar é que a torcida não espere que ele jogue como Kaká. "Somos muito diferentes. Ele é um meia-atacante, que costuma ir mais à frente", explicou o jogador. ?Eu não sou assim. Eu comecei a jogar como volante e meu forte é o bom passe, o bom chute, toque de bola."Mas, em alguns pontos, o jovem jogador pode ser comparado a Kaká. Assim como o titular, Marco Antônio também veio de uma família de razoável poder aquisitivo. Tanto que a família fez questão que o jogador continuasse os estudos. "Estou no segundo ano do curso de Administração de Empresas da Unicsul", revelou. A diferença, no entanto, está na origem. Ele cresceu no bairro do Tatuapé, um tradicional reduto corintiano. "Mas sempre fui são-paulino", garantiu.Sobre o substituto de Kaká, o técnico Oswaldo de Oliveira definiu: "Ele está um pouco cru, mas pronto para amadurecer". O treinador disse que ficou bem impressionado com a postura e o futebol de Marco Antônio na Copa São Paulo de Juniores, o que o motivou a trazer o jogador para treinar com o time principal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.