Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

Marco Aurélio Cunha vê geração especial sendo formada

David Neres é o grande nome do momento entre os garotos tricolores

Marcius Azevedo, O Estado de S. Paulo

31 Outubro 2016 | 06h00

Diretor executivo de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha confia no sucesso da safra que desembarcou no CT da Barra Funda nesta temporada. Para ele, o São Paulo tem de aproveitar esses meninos, como fez em outros momentos do passado. "O que acontece agora é o mesmo que ocorreu em 1984, com Silas, Muller e Sydney, ou nas gerações de Denilson e Caio ou ainda nas de Fábio Simplício, Júlio Baptista e Kaká. Existem épocas em que o clube tem grandes safras, mas isso não acontece sempre", comentou.

"Estes garotos estão no São Paulo desde muito cedo. Não chegaram formados. A gente quer meninos que tenham oportunidades por talento, não de maneira forçada. Esses garotos de Cotia têm talento."

A aposta do momento é David Neres, que estreou contra o Fluminense e marcou o primeiro gol diante da Ponte Preta, no jogo seguinte. Ele não sabia nem comemorar. Mas estava feliz. Além dele, o time promoveu outros cinco jogadores neste ano: Pedro, Luiz Araújo, Lucas Fernandes, Banguelê e Artur.

O elenco conta com mais nove criados nas categorias de base de gerações anteriores. Rodrigo Caio e João Schmidt são titulares com o técnico Ricardo Gomes, que ainda tem Wellington, Lyanco, Lucão, Auro, Matheus Reis, Léo e Breno à disposição. "Quando há vagas, eles têm oportunidade de atuar. Quando a safra é boa, ela convence. Os talentosos conquistam as vagas, e hoje nós temos estas vagas. Então, é nossa obrigação promover os meninos e dar oportunidade a eles", afirmou Marco Aurélio Cunha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.