Marco Aurélio dá "sermão" no Cruzeiro

O técnico do Cruzeiro, Marco Aurélio, começou a semana fazendo um verdadeiro sermão aos jogadores que estrearam no Supercampeonato Mineiro, domingo, com derrota por 1 a 0 para o América-MG, no Mineirão. O treinador acusou parte do grupo de ter entrado em campo "sem determinação", talvez por achar que a conquista da Copa Sul-Minas, na semana anterior, contra o Atlético-PR, fora suficiente para terminar bem os trabalhos no primeiro semestre. "Fizemos simplesmente a pior partida da temporada", disse o treinador. Logo após o clássico, no vestiário, Marco Aurélio salvou apenas o meia Ricardinho. Ele declarou que "se todos tivessem atuado com a mesma vontade" do volante, um veterano com 14 títulos conquistados pelo clube, o placar poderia ter sido favorável ao Cruzeiro. Nesta segunda-feira, o técnico mudou um pouco o discurso, destacando, sem citar nomes, "cinco ou seis atletas" que jogaram como ele queria, mas as críticas, no geral, continuaram. "Eu disse a todos que pretendo manter basicamente o mesmo time no jogo de quarta-feira contra o Mamoré, com apenas uma ou duas modificações", afirmou. "Ou seja, eles mesmos vão ter de entrar em campo e procurar reverter a situação em que ficamos com a derrota para o América", acrescentou. O Supermineiro, do qual também participam, além de Mamoré e América, o Atlético-MG e a Caldense terá apenas mais três rodadas. Os americanos lideram com seis pontos em dois jogos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.