Marco Aurélio deixa o Bragantino após cinco derrotas seguidas

Treinador não suporta péssima sequência no Campeonato Paulista e leva junto o preparador de goleiros e seu auxiliar técnico 

Estadão Conteúdo

23 de fevereiro de 2015 | 12h29

Sem vencer desde a primeira rodada do Campeonato Paulista, o Bragantino anunciou, na manhã desta segunda-feira, a saída do técnico Marco Aurélio Moreira. A decisão do treinador de deixar o clube acontece logo depois da derrota do último sábado, para o Botafogo, por 1 a 0, em Ribeirão Preto. O preparador físico Fernando Moreno e o auxiliar Felipe Moreira também deixaram o clube.

Marco Aurélio entrou em contato com o presidente Marco Chedid e o diretor de futebol Marco Eberlin. Ele explicou que não conseguiria fazer o time reagir dentro de campo e que como os resultados não estavam aparecendo ele sentiu que era hora de acontecer alguma mudança.

Marco Aurélio assumiu o Bragantino em dezembro. No Paulistão estreou com vitória sobre o São Bernardo, por 1 a 0, em casa, mas depois emplacou uma série de cinco derrotas seguidas: Ituano (1 a 0, fora), Mogi Mirim (2 a 1, fora), Red Bull (3 a 2, em casa), São Paulo (5 a 0, em casa), e por último Botafogo (1 a 0, fora de casa).

O Bragantino é apenas o quarto colocado no fraco Grupo D do Paulistão, com três pontos ganhos. Três atrás do vice-líder Capivariano. O time volta a campo no próximo sábado, contra a Portuguesa, às 18h30, em Bragança Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.