Marco Aurélio diz que Ponte evoluiu

O time da Ponte Preta está em franca evolução técnica e tática. Esta é a avaliação do técnico Marco Aurélio Moreira, que acredita ter visto uma mudança "da água para o vinho", depois de acompanhar os dois amistosos do time, preparando-se para o Campeonato Brasileiro.A Ponte teve uma desastrosa atuação diante do Fluminense, nas Laranjeiras, perdendo por 3 a 0, sábado. Mas se recuperou bem diante da Portuguesa de Desportos, no empate de 2 a 2, registrado em Pedreira, quarta-feira. O técnico acha que o primeiro jogo serviu como alerta. "Precisamos de mais ritmo de jogo, deixar os jogadores mais soltos", comentou. O preparador físico Cristiano Nunes acompanha o técnico, lembrando que até a semana passada os jogadores vinham trabalhando a parte de força, com exercícios pesados, acompanhados de musculação. "Era natural que eles estivessem presos em campo", justificou.O elenco vai intensificar os treinos técnicos e táticos nos próximos dias. Domingo a delegação segue para um período de concentração total, em Jarinu, onde já tem um jogo-treino marcado, contra o São Caetano, quarta-feira. "Será outro bom teste", espera Marco Aurélio, que continua buscando soluções para a lateral-direita. Ele já improvisou ali os zagueiros Alex Oliveira e André Santos, além do meia Dionísio. Até o momento a diretoria não conseguiu encontrar um lateral. Daniel, do Palmeiras, era o pretendido, mas não deixará o Parque Antártica. Neném, do Cruzeiro, e Pimentel, do Flamengo, seriam opções. A diretoria desmentiu interesse em Maricá, do Vasco da Gama.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.