Marco Aurélio estréia com dura missão

O técnico Marco Aurélio faz sua estréia no comando do Cruzeiro nesta quarta-feira à noite em Santiago do Chile, contra o Colo-Colo, com a obrigação de vencer para manter as chances de classificação da equipe à segunda fase da Copa Mercosul. Substituto de Ivo Wortmann, que perdeu o cargo e retornou ao Coritiba em razão da péssima campanha dos mineiros no Brasileiro e no torneio sul-americano, Marco Aurélio promete mudanças na forma de jogar da equipe.Sem poder contar com cinco atletas - Edmundo, Sorín e Luisão, suspensos, e Alex e Rodrigo, não inscritos na Mercosul -, o treinador quer reforçar a marcação cruzeirense dando uma nova função para Rincón.O meia colombiano passa a ser uma espécie de terceiro zagueiro, protegendo os defensores Cris e João Carlos, substituto de Luisão. No ataque, ao contrário do que vinha aplicando Wortmann, Marco Aurélio escala dois típicos centroavantes: Oséas e Adriano Chuva, o último ocupando a vaga de Leonardo, que estará no banco. O baiano Jorge Wagner substitui o ex-palmeirense Alex e, nas laterais, estarão Alex Santos, que pega o lugar de Rodrigo, e Maicon.André, no gol, e Ricardinho e Marcus Vinícius, como volantes, completam o time. O Cruzeiro é o terceiro colocado no grupo C da Mercosul, com quatro pontos, um a menos que o Colo-Colo e a seis do líder Corinthians. Se não derrotar os chilenos, torna remotas as chances de ser o segundo colocado da chave, já que fica faltando apenas um compromisso, contra o Corinthians, em São Paulo, para o encerramento da fase.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.