Marcos assume discurso conciliador

Ídolo do Palmeiras, o goleiro Marcos, apesar de estarpraticamente garantido pelo técnico da seleção Luiz Felipe Scolari comotitular, afirmou que vai ter de brigar pela posição, ao se apresentar,hoje de manhã, no Aeroporto Santos Dumont. Ainda fez elogios ao novotreinador. ?Scolari exige bastante, mas é amigo dos jogadores?, avaliouele, que admitiu ainda estar abatido com a derrota do Palmeiras, nospênaltis, para o Boca Juniores, na Taça Libertadores. Marcos seguiu como companheiros para Teresópolis.

Agencia Estado,

18 de junho de 2001 | 11h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.