Nilton Fukuda/ESTADÃO
Nilton Fukuda/ESTADÃO

Marcos Assunção cobra Valdivia e confusão acaba em briga no Palmeiras

Caso teria ocorrido antes da partida contra o Flamengo que confirmou a queda para a Segundona

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

27 de novembro de 2012 | 19h23

SÃO PAULO - Irritado com a ausência de Valdivia nos últimos jogos, o volante Marcos Assunção resolveu cobrar o chileno e o tempo fechou no Palmeiras antes da partida contra o Flamengo, no dia 11, partida que sacramentou o rebaixamento do Palmeiras para a Série B. Os jogadores foram às vias de fato e tiveram de ser separados por companheiros.

No vestiário, antes da viagem para Volta Redonda, Marcos Assunção cobrou o chileno pelo fato dele demorar para se recuperar de uma lesão no joelho esquerdo. Assunção alegou que ele estava jogando machucado, mas tomava infiltrações há meses para ter condições de ir a campo enquanto o chileno não demonstrava esforço algum para ajudar o time.

Irritado, Valdivia respondeu que também já jogou machucado, mas Assunção manteve as críticas e chegou a acusar o chileno de fazer corpo mole. O meia não aceitou a acusação e os dois chegaram às vias de fato, mas rapidamente foram contidos pelos companheiros.

Um jogador que estava no vestiário no momento da confusão, confirmou ao Estado que Assunção estava claramente irritado com a situação do time e que perdeu a cabeça ao ver que o chileno não demonstrava tanta preocupação.

No fim, nem Assunção e tampouco Valdivia enfrentaram o Flamengo e a situação da dupla é distinta. Assunção luta contra as dores, mas deve renovar contrato por mais uma temporada, pois deixou claro que faria de tudo para recolocar o Palmeiras na Série A. Já Valdivia, a cada dia que perde mais prestígio com a torcida e deve ficar para a próxima temporada por falta de propostas.

O jornal chileno El Mercurio, divulgou que o Universidad do Chile tem interesse no meia e deve fazer uma proposta nos próximos dias. O problema é que a equipe só teria condições de contratá-lo por empréstimo, algo que não interessa ao Palmeiras.

A reportagem tentou contato com os dois jogadores, mas até o momento não obteve resposta.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.