Marcos Assunção projeta Palmeiras ofensivo na quarta

O Palmeiras faz o primeiro jogo das quartas de final da Copa Sul-Americana fora de casa, contra o Atlético Mineiro, na quarta-feira. Ainda assim, o volante Marcos Assunção disse que a equipe não pode ser muito receosa. Para ele, será preciso atacar o adversário mesmo jogando em Sete Lagoas.

AE, Agência Estado

26 de outubro de 2010 | 16h12

Veja também:

linkValdívia é relacionado pelo Palmeiras para enfrentar o Atlético-MG

linkPalmeiras voltará a jogar no Pacaembu na Sul-Americana

"Vamos jogar para ganhar. Não vai ser fácil, mas vimos no domingo passado [contra o Corinthians] que não podemos deixar para sair para o jogo só depois de sofrermos gol. Vamos marcar o Atlético lá na frente porque um gol fora de casa seria muito importante", avaliou o volante nesta terça-feira.

Apesar de projetar uma equipe ofensiva, Marcos Assunção afirmou que o Palmeiras precisa estar atento para não ser surpreendido. "Mata-mata é sempre sofrimento. Se perde a primeira partida por uma grande diferença, fica muito difícil de recuperar, como foi contra o Vitória [derrota por 2x0 em Salvador e vitória por 3x0 em São Paulo]. É complicado", lembrou.

Marcos Assunção ainda minimizou o fato do Atlético Mineiro poupar seus principais titulares na Sul-Americana. "Se os jogadores que vão para a partida estão lá, é porque têm condições de defender uma equipe grande. Aqueles que entrarem farão de tudo para mostrar para o Dorival [Júnior, técnico do Galo] que podem ser titulares."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.