Marcos cobra regularidade do Palmeiras

A maior preocupação do goleiro Marcos não é o Londrina, adversário do Palmeiras neste sábado, no Parque Antártica. Segundo ele, já passou da hora de a equipe palmeirense adquirir um ponto de equilíbrio na Série B do Brasileiro."Não adianta entrar em campo imaginando que os três pontos estão garantidos contra o Londrina porque estamos oscilando demais. Na partida contra o Joinville, fizemos um ótimo primeiro tempo e quase entregamos a vitória no final. Semana passada, contra a Anapolina, aconteceu o contrário. Fomos dominados nos 45 minutos iniciais e viramos a partida no segundo tempo", afirmou Marcos.O goleiro também pediu cautela aos torcedores empolgados com a campanha da equipe. "Não adianta comemorar a vice-liderança da Série B porque não estamos fazendo nada mais do que nossa obrigação. O Palmeiras tem de subir para a primeira divisão de qualquer jeito. Daqui a pouco, entraremos na fase decisiva e todas as partidas serão disputadas sob forte pressão."Marcos também minimizou os efeitos da invencibilidade de nove partidas do time na competição. "A situação pode mudar a qualquer momento porque os adversários querem fazer o nome em cima de nós. Nosso time ainda está em formação. Está se acostumando aos poucos a jogar no Parque Antártica lotado. O ambiente leve nos últimos dias é decorrente dos bons resultados, mas algumas arestas ainda não foram aparadas."O goleiro também brincou com o fato de sua foto estar estampada nos ingressos colocados à venda para a partida deste sábado. "Estou muito mais feio do que realmente sou. Mas fico imaginando o que aconteceria se o Marcinho estivesse na foto. Ou mesmo se o Pedrinho fosse retratado de perfil."

Agencia Estado,

18 de julho de 2003 | 18h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.