Marcos diz que se sente ´como um garoto´ no Palmeiras

Marcos está feliz. Confirmado no time que pega quinta-feira o Paulista de Jundiaí, no Palestra Itália, o goleiro de 32 anos diz se sentir ?como um garoto?. Ele espera um 2007 sem as lesões que o perseguem desde 2004 e que o tiraram de sua segunda Copa do Mundo.?Fiz a pré-temporada, treinei forte e estou animado, ansioso como um jogador que acabou de chegar?, disse o goleiro, que chegou a pedir uma redução no ritmo de treinos.O jogador disse acreditar que o time montado por Caio Júnior é bem mais forte que o do ano passado. ?Não tem dois ou três jogadores de nome, mas não é isso que ganha jogo, e sim um time competitivo?, analisou. ?A esperança em começo de temporada é sempre muito grande. Queremos fazer a torcida esquecer o time de 2006.?O goleiro deixou escapar que o time da estréia deve ser o mesmo que treinou nesta terça-feira, completado por Paulo Baier, Dininho, Edmílson e Michael; Pierre, Marcelo Costa, Wendel, Valdivia e Willian; e Osmar. ?O Caio falou que é a nossa primeira formação do ano?, contou Marcos.O técnico, no entanto, chegou a fazer novas mudanças no treino. Primeiro ele trocou o meia Willian pelo centroavante Beto, para ter mais poder ofensivo. Depois, colocou Francis no lugar de Wendel, que sentiu uma pancada no pé esquerdo. Segundo o médico Rubens Sampaio, porém, Wendel não deve ser problema para o jogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.