Marcos: ?É hora de pensar em título?

Principal jogador do Palmeiras, o goleiro Marcos prevê dias felizes aos torcedores palmeirenses. E está otimista na conquista do Campeonato Paulista, que começa para o clube de Parque Antártica no dia 12 , contra o Ituano, em casa. ?Está na hora de vencermos o Campeonato Paulista?, resumiu o goleiro. ?As nossas contratações foram muito importantes. Claro que é cedo para falarmos em favoritismo, até porque, dos nossos principais adversários, um é tricampeão do mundo (São Paulo) e o outro, tetracampeão brasileiro (Corinthians). Mas temos de pensar no título. Título chama título.? Para o goleiro, o fato de a equipe disputar, também, a Copa Libertadores (enfrentará o Deportivo Táchira, da Venezuela, dia 25, no Palestra Itália, pela repescagem), não pode fazer com que jogadores e comissão técnica priorizem um dos dois torneios. ?Isso é coisa para time que vem conquistando títulos. Nós não vencemos um há um bom tempo (da Primeira Divisão, desde 2000) e chegou a hora. A nossa situação melhorou. Com as contratações, nos igualamos um pouco aos adversários. Temos condições de brigar de igual para igual. Vamos sem temer ninguém. A torcida pode ficar esperançosa. Esse time agora está com cara de disputa.? O técnico Emerson Leão nem bem retomou os trabalhos no comando do Palmeiras e já tem um problema para a estréia no Paulistão, contra o Ituano. Por causa de uma ruptura no músculo adutor da coxa direita, o meia Juninho Paulista, um dos mais importantes no esquema do treinador, não está nas melhores condições físicas e dificilmente será liberado pelo departamento médico para jogar. ?Ele (Juninho) se recuperou muito bem. Na próxima semana, vai dosar treino físico com tratamento e, na outra, liberado para treinar. É difícil fazer alguma previsão, mas acho que não inicia o Paulista porque está defasado em relação aos outros?, disse Aldo Guida, médico do Palmeiras. Sexta-feira, Juninho foi submetido a uma ressonância magnética. Os resultados deixaram os médicos otimistas. Mas a falta de condição física atrapalhará a estréia do atleta no Paulistão. Os jogadores se reapresentam segunda-feira à tarde na Academia. Treinam e, em seguida, viajam para Jarinu, onde realizarão a pré-temporada até domingo. A diretoria ainda busca um centroavante, para atender ao último pedido de Emerson Leão. Fabrício Carvalho, se conseguir liberação médica (sofreu problema cardíaco que o afastou dos gramados em 2005), é uma opção.

Agencia Estado,

31 de dezembro de 2005 | 16h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.