Marcos festeja vitória em jogo decisivo ao Palmeiras

Depois da vitória por 4 a 3 sobre o Santos, Marcos comemorou com a torcida e, ainda no gramado, afirmou que o resultado pode mudar os rumos no ano do Palmeiras. Para o goleiro, o clássico deste domingo era decisivo ao time de Antônio Carlos.

AE, Agencia Estado

14 de março de 2010 | 20h50

"A gente tem de olhar as coisas pelos dois lados. Para o pessimista, jogar aqui na Vila é complicado, porque eles são bons pra caramba. Pelo lado otimista, jogar aqui e ganhar era ressurgir, voltar a ter confiança. Fizemos desse jogo uma final", avaliou o goleiro.

Sincero, Marcos admitiu que previu o pior quando o Santos empatou a partida aos 35 minutos do segundo tempo. "Quando levamos o terceiro, achei que tinha ferrado. Eles iam vir pra cima com tudo", disse, contando ainda que quase ficou de fora do clássico.

"Estava com muitas dores e tive de tomar analgésicos e injeções. Não queria ficar de fora da partida. Iriam falar que eu estava pipocando. Fiz um sacrifício para atuar", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.