Mailson Santana/Fluminense FC
Mailson Santana/Fluminense FC

Marcos Júnior revela raiva e 'coisas negativas' no Flu após queda diante do Fla

Atacante se diz frustrado com eliminação para rival nas quartas de rival da Copa Sul-Americana

Estadão Conteúdo

02 Novembro 2017 | 12h54

O atacante Marcos Júnior, do Fluminense, externou sua frustração pela eliminação da equipe tricolor da Copa Sul-Americana depois de empatar em 3 a 3 com o Flamengo, nesta quarta-feira à noite, no Maracanã, pelas quartas de final da competição. O jogador revelou também estar insatisfeito pelos problemas ocorridos no clube na atual temporada.

+ Abel se diz 'orgulhoso e p... da vida' após eliminação

"Para falar a verdade, foi a primeira vez que saí de um clássico com sangue nos olhos, com muita raiva. Quando acabou o jogo, chorei de raiva porque, da forma que a gente perdeu, a gente não merecia. Mas o ano todo foi assim, só tomando porrada, muitas coisas negativas no clube. (Agora é) Ter pensamento positivo, cabeça de gelo, porque ainda tem o Brasileiro e a gente tem que sair dessa situação (risco de rebaixamento)", desabafou o atacante em entrevista coletiva após a partida.

O atacante Henrique Dourado, artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 16 gols, também não conseguiu esconder o sentimento de frustração pela queda do time tricolor na competição continental. O atleta disse ter ficado com vergonha pelo time ter cedido o empate depois de abrir dois gols de vantagem sobre o rival.

"O pessoal está reclamando que não foi falta (no lance que originou o terceiro gol do Flamengo), mas é triste. Tivemos dois gols na frente e deixamos mais uma vez escapar. Sinceramente, estou com vergonha", declarou o jogador em entrevista ao canal Sportv, ainda no gramado do Maracanã.

O Fluminense não tem obtido bons resultados em clássicos neste ano - contra o Flamengo, por exemplo, foram cinco empates e três derrotas - e terá pela frente mais um rival tradicional na próxima vez que entrar em campo: enfrentará o Botafogo, no sábado, às 19 horas, pela 32.ª rodada do Brasileirão.

Com 39 pontos, o Flu é apenas o 14.º colocado na tabela e ainda corre risco de rebaixamento. A Ponte Preta, primeira equipe na zona da degola da competição, tem 35 pontos, apenas quatro a menos que os cariocas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.