Marcos: 'Não quero ser a imagem do passado no Palmeiras'

Aos 34 anos, goleiro faz fortalecimento no braço para voltar à boa fase e disputar o Campeonato Paulista

08 de janeiro de 2008 | 12h50

O goleiro Marcos, de 34 anos, afirmou nesta segunda-feira que não pretende viver no Palmeiras com a imagem no passado. O jogador, que em 2007 sofreu com lesões, acredita que retornará à boa fase com o intenso trabalho de recuperação física que realiza. Veja também: Palmeiras quer contratar atacante Rafael Sobis 'de graça' Palmeiras: Sóbis distante e indefinição sobre Diego Souza "Espero voltar bem. Passei por uma fase de readaptação, pois fiz fortalecimento no braço", contou o goleiro em entrevista à Rádio Bandeirantes. "Não fiz apenas um trabalho pensando na estréia, mas sim para a toda a temporada." Marcos não sabe se estará no gol na estréia no Campeonato Paulista contra o Sertãozinho, no próximo dia 17, na Arena Barueri. "Preciso de um pouco de paciência. Eu me cobro demais. O Rogério Ceni tem a mesma idade e está bem [no São Paulo]. Não quero ser a imagem do passado no Palmeiras." O goleiro ainda destacou a manutenção da base para 2008. ele, no entanto, pediu a chegada de novos atletas. "Sem reforços, está provado que o time não consegue chegar. A gente espera pela vinda de mais uns três jogadores para formar um time bem competitivo." Marcos participa da intertemporada que o Palmeiras realiza na cidade de Atibaia. O clube retornar a São Paulo no próximo domingo, quando disputará um jogo-treino contra o São Bento, na Arena Barueri.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasMarcos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.