Marcos: os cabelos pelo Palmeiras

Mais de uma década de Palmeiras e uma perda que não dá para disfarçar na vida de Marcos. "Eu tinha um cabelão no ombro quando entrei aqui", lembra o goleiro, de 28 anos, cabeça lisinha, que começou aos 17 sua jornada de candidato a segundo reserva do Palmeiras a titular absoluto - com boas chances de ocupar a mesmo posto na Seleção durante a Copa do Mundo. Nesse período, Marcos Roberto Silveira Reis, nascido em Oriente (SP), viu incontáveis idas e vindas. Para falar só do grupo atual, Vanderlei Luxemburgo e Alex já foram e voltaram três vezes.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.