Marcos participa da campanha da CET

Marcos resolveu chamar ainda mais para si a responsabilidade de reconduzir o Palmeiras para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Após as contusões de Alceu, que torceu o joelho e ficará três meses longe dos gramados, e Magrão, que permanecerá pelo menos um mês no departamento médico cuidando de um estiramento na coxa, o goleiro afirmou que as dificuldades que o time vai encontrar a partir da segunda fase não serão capazes de desmotivá-lo.O desabafo foi feito nesta quinta-feira no Palácio das Indústrias, onde o goleiro participou do lançamento da campanha ?Cinta Segurança?, organizada pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) para que a população se conscientize da importância do uso do cinto de segurança no banco traseiro. Recebeu os cumprimentos da prefeita Marta Suplicy, que lhe presenteou com um boné alusivo à campanha."Falaram muitas coisas antes do início da Série B. Que eu não me motivaria, que perderia meu espaço na seleção, que eu deveria sair para um clube da Série A. Nada disso aconteceu. Estou aqui e vou até o final", disse Marcos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.