Cesar Greco/ SE Palmeiras
Cesar Greco/ SE Palmeiras

Marcos Rocha pode ser reforço no Palmeiras para clássico com o São Paulo pela Copa do Brasil

Nos últimos compromissos pelo Brasileirão, Abel Ferreira tem improvisado o zagueiro paraguaio Gustavo Gómez na função

Redação, Estadão Conteúdo

21 de junho de 2022 | 17h41

O lateral Marcos Rocha foi a grande novidade do treino do Palmeiras nesta terça-feira. Recuperado de dores na coxa direita, ele participou das atividades com o grupo principal e pode ser a novidade para o clássico desta quinta-feira, novamente com o São Paulo, mas pela Copa do Brasil.

A comissão técnica vai avaliar as condições do atleta para saber da sua recuperação. Ele está em fase de transição entre a parte física e técnica. Ele ficou de fora das últimas duas partidas do Palmeiras. Quem também está em fase de transição é o meia Raphael Veiga.

O técnico Abel Ferreira aproveitou o trabalho desta terça para avaliar as condições dos atletas que venceram o São Paulo de virada, pelo Brasileiro.

O confronto pela Copa do Brasil abre a fase de oitavas de final da competição. Para definir o time que volta a campo pela Copa do Brasil ele deve ouvir o seu estafe para preservar os atletas mais desgastados. Tudo, porém, vai depender da atividade desta quarta-feira.

Líder isolado do Campeonato Brasileiro com 28 pontos, o Palmeiras surge como favorito também na Copa do Brasil. Preocupado em manter o foco no trabalho, o treinador diz que ainda é muito cedo para pensar em título.

"O calendário é muito apertado e as competições são muito longas. Temos que continuar focado no que estamos fazendo", falou o treinador.

LÓPEZ TREINA

Outra novidade no treino desta terça foi a presença do centroavante argentino José Manuel López. Considerado uma revelação do Lanús, o jogador de 21 anos só poderá entrar em ação a partir de julho, quando abrir a janela internacional de transferências.

Por conta do prazo, López está impossibilitado de atuar nas fases de oitavas de final da Copa do Brasil e também da Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.