César Greco / Agência Palmeiras
César Greco / Agência Palmeiras

Marcos Rocha treina e volta ao Palmeiras neste sábado; Weverton não deve jogar

Goleiro foi liberado pelo clube das atividades devido ao falecimento da mãe na manhã nesta quinta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

05 de março de 2020 | 17h58

O lateral-direito Marcos Rocha treinou normalmente nesta quinta-feira, na Academia de Futebol, e deve voltar ao time titular do Palmeiras na partida diante da Ferroviária, neste sábado, no Allianz Parque, pela nona rodada do Campeonato Paulista.

O jogador trabalhou no campo com os companheiros que não participaram da vitória sobre o Tigre, na Argentina, na quarta-feira, na estreia da Copa Libertadores da América. Marcos Rocha está afastado desde o dia 8 de fevereiro, quando levou uma pancada no tornozelo direito na partida diante da Ponte Preta.

Sob o comando do auxiliar do técnico Vanderlei Luxemburgo, Mauricio Copertino, os jogadores realizaram um trabalho com bola, em campo reduzido. Marcos Rocha trabalhou com o grupo e fica à disposição do treinador.

Os titulares no jogo em Buenos Aires realizaram apenas movimentações regenerativas na parte interna da Academia de Futebol. A programação foi um pouco diferente da habitual.

Após enfrentar o Tigre, o elenco viajou em voo fretado da Argentina para o Brasil e seguiu diretamente para a Academia de Futebol, onde chegou por volta das 4h. Os atletas dormiram e despertaram às 10h para o café da manhã, seguido do treino.

Apenas o goleiro Weverton não participou da atividade. Ele foi liberado pelo clube por causa da morte de sua mãe, Josefa Pereira. O Palmeiras publicou uma nota de pesar nas redes sociais, sem informar o período de afastamento, mas o jogador não deve atuar diante da Ferroviária.

Luxemburgo comanda mais um treino nesta sexta-feira. A atividade será no Allianz Parque, local da partida de sábado. O treinador tem feito trabalhos no local para que os jogadores se acostumem com mais rapidez ao gramado sintético.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.